22 de Maio de 2024

Queiroga se enfurece por Bolsonaro não ter suspendido férias durante a tragédia em Petrópolis

Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2023 - 12:48 | Redação

imagem
Queiroga se enfurece por Bolsonaro não ter suspendido férias durante a tragédia em Petrópolis

O ex- ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ficou furioso com a comparação feita pela imprensa sobre o comportamento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em relação às áreas atingidas por fortes chuvas no litoral norte de São Paulo com a atitude do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) no episódio das tempestades na Bahia e em Minas Gerais.

“A mídia militante não tem limites, agora superdimensionando a ida do atual mandatário visitar o desastre natural em São Sebastião em São Paulo. O presidente Jair Bolsonaro, em episódio similar visitou as áreas afetadas na Bahia, Pernambuco e Petrópolis”, escreveu o ex-ministro da Saúde.

“Houve forte apoio integral à população afetada. O Ministério da Saúde, apoiou com medicamentos, recursos humanos e na reconstrução das unidades de saúde”, acrescentou.

O bolsonarista declarou que “não faltou apoio e solidariedade ao povo brasileiro” no governo Bolsonaro. Só que a realidade foi outra e o ex-presidente não quis interromper suas férias para visitar os locais afetados pelas chuvas.

Há mais de um ano, Bolsonaro decidiu passar o réveillon em Santa Catarina e, consequentemente, aproveitar um período de férias no estado.  Ele levou a ex-primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e a filha do casal, Laura Bolsonaro, para passar um tempo na região.

Só que fortes chuvas atingiram a Bahia e 27 pessoas morreram no período, enquanto mais de 500 ficaram feridas. A expectativa era que Bolsonaro parasse o seu descanso para ver de perto os estragos causados pela tempestade e prestasse solidariedade às famílias das vítimas.

No entanto, o comportamento foi totalmente diferente. Após passear de jet ski em uma praia, ele foi cercado por apoiadores e perguntado sobre a enchente no estado baiano. Com um sorriso no rosto, respondeu de forma direta: “Espero não ter que retornar antes”.

Lula fez o oposto

O comportamento de Lula foi completamente diferente no litoral de São Paulo. O presidente, que foi menos votado na região do que Bolsonaro em 2022, interrompeu sua folga de Carnaval –  ele estava na Base Naval de Aratu, na Bahia – e visitou a cidade de São Sebastião.

O governante se encontrou com o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) e com o prefeito Felipe Augusto (PSDB) para criar um plano de ações em que os governos federal, estadual e municipais possam fazer em conjunto.

"Eu queria mostrar pra vocês uma cena que vocês não viam no Brasil: um governador, um presidente e um prefeito, sentados na mesa, em função de uma coisa comum que atinge a todos nós",  comentou Lula.

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

VoxMS - Notícia de Verdade