15 de Abril de 2024

Pesquisa aponta Boulos em primeiro na disputa pela prefeitura de São Paulo

Terça-feira, 05 de Março de 2024 - 14:30 | Redação

imagem
Pesquisa aponta Boulos em primeiro na disputa pela prefeitura de São Paulo
Guilherme Boulos (Foto: Mateus Bruxel/Agência RBS).

Faltando sete meses para as eleições municipais, Guilherme Boulos (PSOL) lidera a corrida eleitoral para a prefeitura de São Paulo. É o que diz a pesquisa da Real Time/Big Data divulgada nesta segunda-feira (4) e que mostra ainda o  atual prefeito, Ricardo Nunes (MDB), na segunda posição, mas muito próximo do primeiro colocado, indicando uma possível polarização.

Segundo os dados liberados pelo instituto de pesquisa, Boulos, que terá Marta Suplicy (PT) como vice em sua chapa, aparece com 34% das intenções de votos. Ele é seguido de perto por Nunes, que dará a vaga de vice para um nome indicado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), que tem 29%. Como o Real Time/Big Data mostrou uma margem de erro de 3% para mais ou para menos, os dois estão em situação de empate técnico.

Com os dois nomes atuais ocupando 63% da fatia do eleitorado, o levantamento indica uma polarização entre os candidatos de Lula e de Bolsonaro para a prefeitura de São Paulo, o que já vem acontecendo em todas as eleições, seja para prefeito, governador ou presidente, desde 2018. Em 2022, Lula, então candidato a presidente, e Fernando Haddad (PT), candidato ao governo de SP, venceram na capital, Jair Bolsonaro e Tarcísio de Freitas (Republicanos), respectivamente.

Por conta da polarização, os outros pré-candidatos apareceram com percentual bem abaixo de índices considerados competitivos. Tabata Amaral (PSB) tem 10%, enquanto Kim Kataguiri (União) surge com 6%. Marina Helena (Novo) e Padre Kelmon (PRD), tem 1% cada. Brancos e nulos somam 10% e não sabem ou não responderam estão com 9%.

Por este levantamento, 81% do eleitorado já escolheu seu pré-candidato na cidade de São Paulo. Diante deste cenário, em termos de votos válidos, Boulos aparece com 41,9%, enquanto Ricardo Nunes tem 35,8%, o que dá um indício de chance da eleição se decidir no primeiro turno.

O Real Time/Big Data também fez um cenário com um candidato bolsonarista ocupando uma vaga na disputa. Caso o senador Marcos Pontes (PL) se torne candidato, ele teria 11% das intenções, enquanto Ricardo Nunes seria o único a perder e cairia para 21%. Tabata seguiria com 10%, Kim Kataguiri iria a 5%, enquanto Boulos seguiria com os mesmos 34%.

Segundo turno

Embora esteja liderando com relativo conforto neste momento, Boulos não aparece como favorito para vencer a eleição. Isso porque, o mesmo levantamento mostra que ele não lidera a corrida eleitoral no segundo turno e, caso não faça 50% + 1 voto, ele terá de disputar nova eleição, possivelmente contra Ricardo Nunes.

A pesquisa indica que Ricardo Nunes tem 40% das intenções de voto num eventual segundo turno, enquanto Boulos fica com 38%. Isso é empate técnico, com 51% a 49% para o atual prefeito em termos de votos válidos

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

VoxMS - Notícia de Verdade