23 de Abril de 2024

Ministro anuncia liberação de R$ 6 mi em ato de entrega da Unidade de Trauma

Segunda-feira, 26 de Março de 2018 - 06:31 | Redação

imagem
Ministro anuncia liberação de R$ 6 mi em ato de entrega da Unidade de Trauma

Ao participar da solenidade de entrega do prédio da Unidade de Trauma da Santa Casa de Campo Grande, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou a liberação extraordinária de R$ 6 milhões para a nova estrutura do hospital. Para o governador Reinaldo Azambuja, a conclusão dessa obra emblemática só foi possível graças à parceria e o empenho de vários setores.

“Obra que se iniciou há 21 anos, teve inúmeros problemas e através de uma grande parceria nós conseguimos concluir esse projeto. Resultado de uma grande parceria do Governo Federal, Governo do Estado, Prefeitura de Campo Grande e Santa Casa, unindo esforços, transpondo as barreiras e hoje a gente entrega o hospital com a garantia do custeio para o funcionamento. Isso é um marco em beneficio da nossa população”, afirmou.

Ministro anuncia liberação de R$ 6 mi em ato de entrega da Unidade de Trauma

“Esse hospital do trauma custará em média R$ 72 milhões por ano, liberamos agora uma parcela única de R$ 6 milhões para que a Santa Casa possa colocar em funcionamento o hospital, e assim que ele estiver em funcionamento publicamos a Portaria para que esse custeio seja permanente”, disse o ministro Ricardo Barros, ao explicar que para o hospital receber recursos para o custeio primeiro ele terá que estar funcionando para passar por uma vistoria do Ministério da Saúde.

Também presente na solenidade de entrega do prédio da Unidade de Trauma da Santa Casa, o ministro chefe da Secretaria de Governo da Presidência da Republica, Carlos Marum, destacou que o Ministério da Saúde tem conseguido liberar verbas para os estados graças à gestão eficiente do ministro Ricardo Barros e do governo de Michel Temer, que tem economizado para atender as prioridades da população. E isso, segundo Marum, esta sendo possível porque a economia vê nacional vem melhorando, com as ações realizadas pelo Governo Federal.

Ministro anuncia liberação de R$ 6 mi em ato de entrega da Unidade de Trauma

Em seu discurso, Reinaldo Azambuja reafirmou que, com o apoio e as parcerias com a bancada federal e estadual, o Governo do Estado vem conseguindo implementar a sua política de regionalização da saúde, com o objetivo de levar atendimento de qualidade nos municípios em que mora o cidadão, sem que ele precise vir a Campo Grande.

O governador lembrou que estão sendo investidos recursos na construção de hospitais em Coxim, Ponta Pora, Corumbá e Três Lagoas, onde esta sendo construído o hospital regional que terá 135 leitos. “Nos próximos dias vamos dar a ordem de serviço para a construção do hospital regional de Dourados, fruto de uma parceria também com a bancada federal”, afirmou.

O prefeito da Capital, Marcos Trad, lembrou que no início da intenção era que a unidade funcionasse como maternidade da Santa Casa, mas posteriormente chegou-se à conclusão de que a prioridade seria construir uma unidade para atender principalmente as vítimas de acidentes de trânsito. Destacou também a importância da sintonia entre a Prefeitura e o Governo do Estado.

O ato de entrega do prédio da Unidade de Trauma contou com a participação da primeira dama do Estado, Fátima Azambuja, de senadores, deputados estaduais e federais, secretários de Estado e do Município.

Unidade de Trauma - Com mais de 6.600 metros quadrados de área construída, a Unidade de Trauma terá 100 leitos de internação, 10 leitos de UTI, 5 salas cirúrgicas, 2 salas para cirurgia de pequeno porte, 1 sala de fisioterapia, 1 sala de reabilitação, 3 salas de observação com 15 leitos, 2 salas de raio x, 1 sala de tomografia, 2 salas de odontologia, 3 consultórios e sala de emergência.

A previsão é que a nova unidade de urgência e emergência realize anualmente 10 mil internações, nove mil cirurgias, 10 mil consultas, além de ampliar os serviços de diagnósticos clínicos e de imagens.

Em 2016, após o Governo do Estado retomar a obra, em parceria com o Governo Federal e Prefeitura, houve um aporte para a unidade no valor de R$ 8,4 milhões – recursos empregados pelo Governo do Estado (R$ 1,6 milhão), Ministério da Saúde (R$ 2,5 milhões), Prefeitura de Campo Grande (R$ 3,2 milhões) e Associação Beneficente de Campo Grande (R$ 890 mil).

A Santa Casa precisou ainda investir mais R$ 4 milhões para readequar o projeto estrutural inicial da unidade, de onde foram refeitos 2 mil metros quadrados, conforme exigências da vigilância sanitária.

O Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde, juntamente com a Santa Casa, já protocolou com o Ministério da Saúde um pedido de custeio para o hospital, no valor de R$ 10 milhões, sendo R$ 6,2 milhões apenas para a Unidade de Trauma.

Aproximadamente 70% dos equipamentos já foram adquiridos, como maca, ar condicionado, luz, tomadas, pias cirúrgicas, portas e luminárias, totalizando, aproximadamente, R$ 7 milhões. Com a obra concluída, a expectativa agora é que depois de adquirir o restante dos equipamentos médicos o hospital passe a funcionar em maio.

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

VoxMS - Notícia de Verdade