22 de Abril de 2024

Vídeo mostra militantes petistas agredindo empresário

Sábado, 07 de Abril de 2018 - 08:15 | Redação

imagem
Vídeo mostra militantes petistas agredindo empresário

Vídeo que circula em grupos de Whatsapp mostra o instante em que militantes pró-Lula empurram manifestante que acabou sofrendo traumatismo craniano ao cair e bater a cabeça no para-choque de um caminhão nas imediações do Instituto Lula, em São Paulo, logo após ter sido expedida a ordem de prisão contra o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva. (Clique aqui e veja o vídeo)

A vítima é o empresário Carlos Alberto Bettoni, de 56 anos. Calçando chinelos, ele estava passando na frente do Instituto Lula logo depois de uma sessão de podologia, no bairro paulistano do Ipiranga. Sem saber previamente, caminhou diante da aglomeração bem no local onde estava o ex-presidente da República, no dia em que o juiz Sérgio Moro determinou a prisão do líder petista no caso do tríplex do Guarujá.

Ele proferiu palavras de ordem e xingamentos contra Lindbergh Farias, quando então teve início a confusão com militantes que acompanhavam o senador. O empresário paulista foi empurrado no meio da rua e bateu a cabeça no para-choque de um caminhão que passava. Após alguns minutos de perda de consciência, Bettoni foi encaminhado ao Hospital São Camilo, bem na frente da sede do Instituto Lula.

Carlos Alberto Bettoni foi levado ao Hospital São Camilo, em São Paulo, minutos após o incidente na frente do Instituto Lula. O empresário passou por uma intervenção cirúrgica de três horas de duração, das 21h à meia-noite de quinta.

Conforme boletim emitido pelo Hospital São Camilo, Bettoni teve traumatismo craniano constatado e tem quadro considerado estável. O empresário sofreu fratura do osso parietal esquerdo (com perda de osso da região), hematomas, além de contusão temporal direita e frontal bilateral.

Ontem, 6, a Polícia Civil de São Paulo instaurou inquérito para apurar a agressão. O caso tramita no 17° DP, no bairro do Ipiranga, e trata Manoel Eduardo Marinho, o "Maninho do PT", ex-vereador da cidade de Diadema, como suspeito do crime de lesão corporal dolosa.

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

VoxMS - Notícia de Verdade