22 de Maio de 2024

Vídeo mostra deputado expulsando integrante do MBL da Câmara aos chutes

Em dia de muita confusão no parlamento, deputados Kim Kataguiri e Glauber Braga quase saíram no tapa

Terça-feira, 16 de Abril de 2024 - 16:28 | Redação

imagem
Vídeo mostra deputado expulsando integrante do MBL da Câmara aos chutes
Deputado Glauber Braga ao epxulsar intregrante do MBL das dependência da Câmara (Reprodução)

O deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ) expulsou da Câmara, aos chutes, o influenciador Gabriel Costenaro, integrante do Movimento de extrema-direita Brasil Livre (MBL). Vídeos mostram o parlamentar retirando o extremista do espaço aos empurrões. Pouco depois, ele discute com o colega Kim Kataguiri (União Brasil-SP), que ficou conhecido por ser um dos fundadores do MBL.

A confusão aconteceu na tarde desta terça-feira (16), um dos dias de maior movimento na Câmara. Gabriel percorria gabinetes parlamentares fazendo lobby contra um projeto em debate.

Ao expulsar o extremista de direita do prédio, foi possível ouvir Glauber se referindo ao influenciador como alguém que tem "anotação por violência doméstica". O deputado recebeu apoio das pessoas ao redor, que endossaram coro contra o MBL. 

Já do lado de fora do prédio, Glauber foi contido por presentes. Policiais legislativos estiveram no local para controlar a situação e chegaram a abordar o deputado do PSOL.

Em outro vídeo, gravado já no departamento policial da Câmara, Kim diz ter sofrido tentativa de agressão por parte de Glauber. Na gravação, é possível ouvir o deputado do PSOL se referindo ao oponente como "defensor do nazismo".

O que dizem os envolvidos

Glauber se manifestou por meio de uma nota oficial. "Esse sujeito do MBL tem histórico de agressão a mulheres. É a 5ª provocação dele! Na 4ª vez ele ameaçou a mãe de um militante nosso com mais de 70 anos dizendo que sabia onde ela morava. Já existe boletim de ocorrência sobre isso! Não me arrependo de nada do que fiz! Não vou recuar pra facista de MBL!”, disse, em referência a Costenaro.

"Nós não podemos aceitar esse tipo de intimidação de militante fascista do MBL. Não vamos aceitar. Eles tentam nos intimidar. Tentam através do medo fazer com que a gente recue. Nós não vamos recuar para militante fascista nem do MBL, nem de organização nenhuma", acrescentou Glauber em um vídeo divulgado pouco depois do incidente.

Influenciador se manifesta

Mais tarde, Costanero disse que já foi ameaçado fisicamente por Glauber durante um discurso no plenário da Câmara e rechaçou a ação do deputado que o expulsou do local. O influenciador também disse que não são verdadeiras as denúncias de que tem histórico de agressões. 

Ele chegou a comparecer ao gabinete do deputado Kim Kataguiri, que ficou conhecido por ser um dos fundadores do MBL. 

No fim, Kim também se envolveu na confusão. O deputado, durante o bate-boca com o colega, levanta a mão e Glauber pede que Kim se contenha. "Baixa a mãozinha, baixa a mãozinha", pede. Os parlamentares trocam empurrões e gritos neste momento.

Na gravação, é possível ouvir Glauber chamando Kim de "defensor do nazismo". Por sua vez, o fundador do MBL pede para o colega parlamentar dizer novamente a frase "Repete, isso". 

Após ambos serem separados por integrantes da Polícia Legislativa, Kataguri informou que pedirá a cassação do mandato de Glauber no Conselho de Ética da Câmara, além de processar o adversário político criminalmente.

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

VoxMS - Notícia de Verdade