19 de Maio de 2024

Greve geral fracassa em todo o Estado

Sexta-feira, 30 de Junho de 2017 - 08:35 | Redação

imagem
Greve geral fracassa em todo o Estado

A greve geral convocada para esta sexta-feira pelas centrais sindicais em todo o País contra as reformas previdenciária e trabalhista fracassou em Campo Grande. A adesão ficou muito abaixo do que esperavam os organizadores do evento e não chamou a atenção da população, principalmente em virtude de os motoristas de ônibus não terem aderido à paralisação. O movimento também foi fraco no interior do Estado.

Em Campo Grande, cerca de 1.500 pessoas participaram da passeata que percorreu as principais ruas e avenidas. Nas escolas públicas, ao contrário do que ocorreu em movimento grevista semelhante realizado em 28 de abril, apenas 50% não tiveram aulas. Também não aderiram à greve os bancários, o que contribuiu para esvaziar ainda mais a greve geral.

Algumas rodovias foram interditadas, mas pouco antes das 11h já estavam liberadas para  tráfego. Ao final, restaram apenas motoristas irritados com as longas filas de veículos que se formaram ao longo das vias.

Em Dourados, a situação não foi diferente de Campo Grande. Numa comparação ao evento de abril, a queda de participantes girou em torno de 80%. A adesão foi total apenas entre os professores do ensino fundamental. Nas unidades de educação infantil, apenas alguns servidores aderiram. O maior número de grevistas eram da UFGD.

Greve geral fracassa em todo o Estado

Tramitação continua - Os senadores da Comissão de Constituição e Justiça avançaram com a proposta que pode mudar as leis trabalhistas em vigência no Brasil. O texto aprovado muda algumas regras em vigor hoje. Entre elas, a permissão de se respeitar acordos coletivos entre patrões e empregados. O que for acordado vai prevalecer sobre a legislação trabalhista.

O texto aprovado na Comissão agora terá que ser votado no plenário, o que pode acontecer já na semana que vem.

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

VoxMS - Notícia de Verdade