19 de Maio de 2024

Contradições ameaçam candidatura do juiz Odilon de Oliveira

Sábado, 04 de Novembro de 2017 - 13:37 | Redação

imagem
Contradições ameaçam candidatura do juiz Odilon de Oliveira

A candidatura do juiz aposentado Odilon de Oliveira para o governo ou ao Senado está mais para um filme de ficção do que para a realidade. Isso porque o esperado “arranque”, que se daria tão logo ele se aposentasse, não ocorreu, talvez em função do partido que escolheu para alavancar seu projeto, o PDT, o que gerou suspeitas em boa parte do eleitorado, principalmente no estrato mais politizado da sociedade, justamente o formador de opinião.

Ao se posicionar ao lado de figuras como o deputado federal Dagoberto Nogueira e João Leite Schimidt, próceres da velha política que o Judiciário vem varrendo nos últimos anos por meio de operações como a Lava-Jato, entre outras, Odilon de Oliveira colocou em risco todo o seu potencial político-eleitoral conquistado na última década por meio de uma bem engendrada campanha de marketing pessoal focada na luta contra o narcotráfico.

Contradições ameaçam candidatura do juiz Odilon de Oliveira

Ao mesmo tempo em que empunha a bandeira da transparência e da ética na política por meio da renovação de seus quadros, entra em contradição ao se aliar às velhas e conhecidas raposas da política sul-matogrossense. Essa situação não passou despercebida pela população, cuja constatação pode ser vista com maior ênfase nas redes sociais, onde é questionada a sua capacidade de assumir o governo do Estado e até mesmo se de fato possui condições de exercer o mandato de senador.

Há, inclusive, os que criticam a sua aposentadoria para fins político-eleitorais, pois o fato de ser considerado um bom juiz não significa que será um bom governador ou senador. Essa dúvida, aliada aos parceiros que arranjou para colocar a candidatura na rua, parece ser a maior das dificuldades que Odilon de Oliveira terá de enfrentar daqui pra frente.

Apoio da mídia - Com exceção do Jornal Correio do Estado, que insiste em publicar pesquisas produzidas pelo IPEMS para “atestar” a capacidade eleitoral do ex-magistrado, nenhum outro veículo de comunicação vem apostando no sucesso da candidatura. No mais recente levantamento realizado, publicado na edição de hoje do mais tradicional jornal de Campo Grande, o desempenho de Odilon de Oliveira como candidato a senador mais uma vez surpreende ao aparecer em terceiro lugar, com 29,40% das intenções de voto.

Contradições ameaçam candidatura do juiz Odilon de Oliveira

O curioso éque a pesquisa não aponta o índice de eleitores indecisos e tampouco os votos brancos e nulos, situação que compromete a confiabilidade do levantamento, com clara indicação de que foi feito “sob encomenda” pelo jornal.

A continuar assim, é bastante provável que a candidatura de Odilon de Oliveira, seja para senador ou governador, seja abatida bem antes de alçar vôo, o que não será nenhuma surpresa, conforme vêm argumentando analistas políticos das mais variadas correntes.

 

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

VoxMS - Notícia de Verdade