23 de Abril de 2024

Big Techs se comprometem a combater fake news durante eleições

Anúncio foi feito durante Fórum de Segurança na Alemanha

Domingo, 18 de Fevereiro de 2024 - 09:30 | Redação

imagem
Big Techs se comprometem a combater fake news durante eleições
Big Techs (Foto: Pixabay).

Na sexta-feira (16), um passo contra a fake news nas eleições foi anunciado. Um consórcio composto por 20 das principais empresas de tecnologia globais uniu forças para enfrentar um desafio crítico: a interferência de conteúdos enganosos gerados por inteligência artificial nas eleições mundiais.

Representantes da OpenAI, Google, X, TikTok e Meta (proprietária do Facebook, Instagram e WhatsApp) anunciaram a assinatura de um acordo pioneiro. O objetivo? Proteger a integridade dos processos eleitorais em todo o mundo, garantindo que informações falsas ou manipuladas não influenciem indevidamente os eleitores.

O acordo foi revelado durante uma conferência de segurança em Munique, Alemanha, e contou com a adesão de empresas como Adobe, Amazon, Anthropic, Arm, ElevenLabs, Google, IBM, Inflection AI, LinkedIn, McAfee, Meta, Microsoft, Nota, OpenAI, Snap Inc., Stability AI, TikTok, Trend Micro, Truepic e X.

As empresas envolvidas se comprometeram a:

1. Colaborar no desenvolvimento de ferramentas: Elas trabalharão juntas para criar soluções que possam detectar e combater a disseminação online de conteúdo enganoso.
2. Campanhas educacionais: Além de tecnologias avançadas, o consórcio investirá em educação pública para ajudar os usuários a discernir informações confiáveis das falsas.
3. Transparência: As empresas serão transparentes sobre suas abordagens e esforços para mitigar riscos associados a conteúdos enganosos.

O acordo não se limita a um país específico. Pelo contrário, ele abrange mais de 40 nações, representando mais de 4 bilhões de pessoas que terão eleições em 2024. Essa iniciativa demonstra o compromisso global dessas empresas em proteger a democracia e a confiança dos cidadãos.

Em uma conferência de segurança em Munique, Alemanha, o consórcio revelou o documento de três páginas que estabelece metas e princípios para enfrentar esse desafio. Agora, cabe a essas empresas líderes da tecnologia trabalhar em conjunto para garantir que as eleições de 2024 sejam justas, transparentes e livres de manipulação

 

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

Tudo Sobre

fake-news big-techs
VoxMS - Notícia de Verdade