14 de Junho de 2024

Estado vai investir R$ 3 milhões para construção de casas em Ivinhema

Imóveis serão construídos por meio do programa Minha Casa, Minha Vida

Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2024 - 10:30 | Redação

imagem
Estado vai investir R$ 3 milhões para construção de casas em Ivinhema
O governador Eduardo Riedel e o prefeito Juliano Ferro assinam termo para construção de casas pelo Minha Casa, Minha Vida em Ivinhema

Foi oficializado o direcionamento de recursos para a construção de 134 casas no residencial Água Azul, em Ivinhema, através da retomada do Programa Minha Casa Minha Vida. As unidades habitacionais são destinadas a famílias com renda de até R$ 2.640.

O investimento conta com R$ 17,4 milhões do Fundo de Arrendamento Residencial (Far), R$ 3 milhões do Governo de Mato Grosso do Sul e o Ivinhema doará o terreno no valor de R$ 1,4 milhão para a construção dos imóveis.

“A nossa relação Estado com municípios tem que ser cada vez mais estreita, não só no investimento, no suporte, no apoio, mas nas políticas públicas, na educação, saúde, naquilo que a gente precisa entregar. Então essa relação município e estado vai ser cada vez mais próxima para poder viabilizar bons resultados. Isso aqui é exemplo dessa articulação”, disse o governador Eduardo Riedel.

O prefeito de Ivinhema, Juliano Ferro, agradeceu a parceria com o Estado e destacou a importância da iniciativa. “Às vezes as pessoas falam: ‘são só 134 casas’, mas são 134 famílias que a gente vai estar colocando, mais de 600 pessoas dentro desta moradias e pessoas humildes que necessitam. Essa é a magia da política. O governo tem uma grande parcela com mais de R$ 3 milhões. Trago o agradecimento de pessoas humildes que através da gestão do senhor a gente vai poder levar moradia, dignidade para eles”, disse.

Mato Grosso do Sul é o primeiro estado contemplado pela nova edição do programa Minha Casa, Minha Vida). Além de Ivinhema, Campo Grande também vai receber recursos para a construção de casas.

O novo residencial representa investimentos de R$ 10 milhões, sendo R$ 9,6 milhões do governo federal e R$ 474,3 mil do governo estadual, referentes à contrapartida financeira para edificação do empreendimento e interligação externa da rede de água e esgoto. Já o município de Campo Grande disponibilizou o terreno.

Mato Grosso do Sul tem 7.500 unidades habitacionais solicitadas dentro do programa Minha Casa, Minha Vida para o ano de 2024.

A expectativa é que o Estado seja contemplado em 2024 com 4.190 moradias por meio do Minha Casa, Minha Vida, com um investimento estadual previsto de R$ 74,1 milhões. Os demais programas habitacionais devem oferecer 2.529 (moradias), chegando a 6.764 novas habitações no Mato Grosso do Sul neste ano, com R$ 144,3 milhões de recursos do Estado.

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

VoxMS - Notícia de Verdade