14 de Julho de 2024

Sinais de colesterol alto podem aparecer nos pés, dizem médicos

Segunda-feira, 16 de Outubro de 2023 - 10:30 | Redação

imagem
Sinais de colesterol alto podem aparecer nos pés, dizem médicos

Os principais sinais de colesterol alto podem aparecer nos pés, dizem médicos especialistas. As informações são do jornalista João Vítor Reis, de Metrópoles. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), cerca de 40% da população brasileira tem colesterol alto.

A doença, que é causada pelo acúmulo de gordura no sangue decorrente principalmente da alimentação desregrada, pode levar a outras condições de saúde potencialmente fatais, como infarto, acidente vascular cerebral (AVC), aneurisma de aorta abdominal e doença arterial periférica.

A gordura acaba se acumulando nas artérias e prejudicando o fluxo sanguíneo. Porém, um dos principais problemas do colesterol alto é que, apesar de muito perigoso, o quadro não costuma apresentar sinais nos primeiros estágios.

Mas, conforme a condição progride, os sintomas sutis vão aparecendo — e alguns deles podem aparecer nos pés do paciente.

“Em casos de doença arterial periférica, por exemplo, o indivíduo pode apresentar dor, fadiga e cansaço nos pés, devido à má circulação sanguínea provocada pelo excesso de gordura no sangue. Os pés e as pernas podem apresentar claudicação intermitente, que é a dor durante a caminhada suficiente para fazer a pessoa parar por causa da fadiga”, alerta a cardiologista Érica Renata, da Clínica Cardiosenior, em Brasília.

De acordo com o cardiologista Paulo César Maciel, do Hospital do Coração do Brasil, também em Brasília, os pés podem ainda sofrer alterações na coloração da pele, como palidez, e unhas quebradiças.

“É possível que ocorra perda de pelos nos membros, crescimento mais lento das unhas, diminuição do pulso nas pernas e nos pés, além do desenvolvimento de feridas e úlceras nos pés – que têm dificuldade em cicatrizar”, destaca.

Diagnóstico e controle

Caso o paciente sinta dor de cabeça que não passa, fadiga, dor nas pernas ou no peito, a recomendação é procurar um cardiologista para avaliação.

O diagnóstico do quadro de colesterol alto é feito principalmente pelo exame de sangue. Diante dos sinais de alerta, a cardiologista Érica pede que as pessoas não se automediquem e procurem um médico.

Já que o problema é a dificuldade vascular, o controle da doença passa por aumentar o fluxo sanguíneo por meio de medicamentos e/ou exercícios físicos regulares.

O paciente deve parar de fumar e, em alguns casos, evitar o calor, que causa o estreitamento dos vasos sanguíneos.

Para evitar a alta nos níveis de colesterol no sangue, o cardiologista Maciel recomenda que seja feita a eliminação completa da gordura trans da dieta.

“Ela está presente em pipocas de micro-ondas, margarinas, massas instantâneas, bolos prontos, salgadinhos de pacote, chocolates, sorvetes e biscoitos”, aponta.

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

VoxMS - Notícia de Verdade