21 de Junho de 2024

Remédio popular pode ser a chave para prevenir câncer colorretal

Quinta-feira, 02 de Novembro de 2023 - 12:36 | Redação

imagem
Remédio popular pode ser a chave para prevenir câncer colorretal

O ácido acetilsalicílico (AAS) é um medicamento popular de uso comum e variado e, agora, os cientistas podem ter descoberto mais uma utilização para ele: a prevenção do câncer colorretal. Um dos mais conhecidos é a Aspirina.

Em um estudo, pesquisadores da LMU (Ludwig Maximilian University), de Munique, na Alemanha, descobriram que o medicamento induz a produção de duas moléculas de microRNA supressoras de tumor, chamadas de miR-34a e miR-34b/c.

Remédio popular pode ser a chave para prevenir câncer colorretal

Eles descobriram, também, que, quando pacientes com doenças cardiovasculares tomavam baixas doses do ácido acetilsalicílico durante vários anos, o risco de câncer colorretal era reduzido

Para tal produção, o ácido acetilsalicílico se liga à enzima AMPK e a a, alterando o fator de transcrição NRF2, responsável por influenciar a expressão genética do miR-34a. O medicamento suprime também as moléculas c-MYC, genes cancerígenos que inibem o NRF2.

Os resultados mostraram que os genes miR-34 são essenciais para que o remédio possa ter o efeito inibitório nas células do câncer de intestino, não gerando os efeitos benéficos atestados em células sem tais genes.

Mais casos

Tem aumentado cada vez mais o número de pessoas jovens (abaixo de 50 anos) que descobrem ter câncer colorretal.

No Brasil, o Inca (Instituto Nacional de Câncer) estima que, neste ano, 21,9 mil homens e 23,6 mil mulheres possam desenvolver tumores nessa região.

O câncer colorretal é o mais frequente nos dois gêneros, depois do de próstata e de mama, respectivamente. Estudos mostraram que há fatores de risco para a doençå associados ao estilo de vida.

Indicações

A medicação a base de ácido acetilsalicílico (AAS) é indicada para aliviar os seguintes sintomas - leves a moderados:

  • Dor de cabeça
  • Dor de dente
  • Dor de garganta
  • Cólicas menstruais
  • Dor muscular
  • Dor articular
  • Dor nas costas
  • Febre (decorrente de resfriados ou gripes)

A literatura médica sobre o AAS indica que ele também pode ser útil na prevenção e auxiliar no tratamento dos quadros a seguir descritos:

  • Angina (inclusive na sua prevenção)
  • Doenças reumatológicas (espondilite anquilosante, osteoartrite, artrite reumatoide e lúpus)
  • Redução do risco cardiovascular
  • Câncer colorretal
  • Acidente vascular isquêmico (AVCI ou derrame) - inclusive na sua prevenção
  • Infarto do miocárdio (e também na sua prevenção)
  • Preparação para cirurgia de revascularização (ponte de safena)

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

VoxMS - Notícia de Verdade