15 de Junho de 2024

Pernambuco fica fora da vacinação contra dengue

Ministério da Saúde definiu destino de todas as doses

Domingo, 28 de Janeiro de 2024 - 13:00 | Redação

imagem
Pernambuco fica fora da vacinação contra dengue
O mosquito Aedes Aegypti (Foto: Divulgação/SES-RS).

A vacinação contra a Dengue pelo SUS será iniciada em fevereiro num total de 521 municípios brasileiros que são áreas endêmicas do mosquito que transmite dengue, chicungunha e o zika vírus. 

O estado de Pernambuco foi duramente afetado por arboviroses e casos de bebês com microcefalia em 2015 e 2016. O risco de epidemia, que atinge boa parte do país neste ano, deixou a Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES-PE) em alerta ainda em novembro de 2023, quando foi lançado o Plano Estadual de Contingência das Arboviroses 2024. 

Pernambuco, contudo, ficou de fora da estratégia de imunização montada pelo Ministério da Saúde, devido ao quantitativo de doses que a fabricante dos imunizantes conseguiu produzir nesse primeiro momento. Assim, a vacinação só poderá começar mais tardiamente.

A pasta ofertará a vacina a municípios de grande porte com altas taxas de transmissão nos últimos 10 anos, e/ou que registraram um aumento considerável nos  últimos meses. Em 2023, a taxa de dengue em Pernambuco ficou abaixo do registrado em anos epidêmicos, mas especialistas alertam para o risco do ressurgimento do sorotipo 3 do vírus da dengue e teve sua circulação no estado confirmada ainda no ano passado, após mais de 15 anos sem causar problemas no Brasil. 

Esse risco se eleva devido à baixa imunidade da população, visto que poucas pessoas foram infectadas por esse tipo de vírus desde o início dos anos 2000, período em que a maioria dos infectados em Pernambuco acabou ganhando imunidade contra chikungunya e zika após ter contraído estas doenças no período da tríplice epidemia.

Outro fator de risco é a estiagem provocada pelo fenômeno climático sazonal El Niño, o que levará boa parte da população (especialmente os que vivem em regiões de clima semi-árido) a estocar água, um cenário favorável à formação de criadouros de mosquitos Aedes aegypti.

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

VoxMS - Notícia de Verdade