19 de Abril de 2024

Grupos pró-Lula agendam atos para pressionar o STF

Terça-feira, 10 de Abril de 2018 - 06:16 | Redação

imagem
Grupos pró-Lula agendam atos para pressionar o STF

Os grupos que se auto-intitulam movimentos sociais Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo agendaram para amanhã um dia de mobilização nacional para protestar contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). As manifestações têm como objetivo pressionar o Supremo Tribunal Federal (STF) a votar ações que questionam a autorização para prisões após condenações na segunda instância da Justiça.

O ministro Marco Aurélio, que é relator de duas ações sobre o assunto, afirmou ao jornal Folha de S. Paulo que levará ao plenário do STF um pedido de liminar que pede a suspensão de todas as prisões baseadas em condenações na segunda instância até o julgamento definitivo das ações. A eventual concessão dessa liminar beneficiaria Lula, que está preso desde sábado na sede da Polícia Federal em Curitiba (PR). A próxima sessão do Supremo será realizada justamente amanhã, dia das manifestações dos grupos de apoio ao PT.

Os grupos que defendem a liberdade de Lula estão mobilizados desde a última quinta-feira (5), dia em que o juiz federal Sérgio Moro ordenou a prisão de Lula. Naquela noite, militantes do Partido dos Trabalhadores e pessoas ligadas a movimentos sindicais fizeram uma vigília em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, onde Lula permaneceu até se entregar, no início da noite de sábado (7).

Acampamento em Curitiba - Desde aquela noite, um  grupo de apoiadores armou um acampamento em frente à sede da PF na capital do Paraná. A instalação tem recebido manifestantes de vários locais do País, que chegam em caravanas, e chegou até mesmo a contar com um show da cantora Ana Canãs no domingo. Os apoiadores de Lula prometem permanecer em vigília até a soltura do ex-presidente.

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

VoxMS - Notícia de Verdade