25 de Maio de 2024

Lula defende fim do embargo econômico dos EUA contra Cuba

Presidente também defendeu soberania da Argentina sobre as Ilhas Malvinas

Sábado, 02 de Março de 2024 - 14:30 | Redação

imagem
Lula defende fim do embargo econômico dos EUA contra Cuba
O presidente Lula (Foto: Agência Brasil).

O presidente Lula (PT) esteve presente nesta sexta-feira (1), em reunião da cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac). No encontro, ele defendeu o fim dos embargos econômicos impostos sobre Cuba e também a soberania da Argentina nas Ilhas Malvinas, território que é disputado também pelo Reino Unido.

“Defender o fim do bloqueio a Cuba e a soberania argentina nas Malvinas interessa a todos nós [...] todas as formas de sanções unilaterais, sem amparo no Direito Internacional, são contraproducentes e penalizam os mais vulneráveis”, comentou Lula, que criticou indiretamente as ações dos Estados Unidos e Reino Unido.

Cuba vive sob embargo econômico pelos Estados Unidos há seis décadas. Ou seja, nenhum país pode negociar com o país socialista. Caso isso aconteça, as relações entre os países podem se perder. No fim do ano passado, a Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou uma resolução pedindo o fim deste embargo. O Brasil votou favoravelmente.

“Num momento em que os gastos militares globais ultrapassam US$ 2 trilhões por ano, recuperar o espírito de solidariedade, diálogo e cooperação não poderia ser mais atual e necessário.”

Durante o discurso na Celac, o presidente defendeu a cooperação regional como forma de solucionar problemas em comum entre os países.

O presidente brasileiro criticou os gastos militares globais que ultrapassam anualmente US$ 2 trilhões e disse que num momento como esse, "recuperar o espírito de solidariedade, diálogo e cooperação não poderia ser mais atual e necessário".

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

Tudo Sobre

argentina lula cuba eua
VoxMS - Notícia de Verdade