23 de Abril de 2024

Parceria vai edificar 50 casas populares em Bataguassu

Sexta-feira, 01 de Setembro de 2017 - 06:21 | Redação

imagem
Parceria vai edificar 50 casas populares em Bataguassu

Mais 50 famílias de Bataguassu vão realizar o sonho da casa própria. As moradias estão em construção no âmbito do programa Lote Urbanizado – que une Governo do Estado, Prefeitura Municipal e cidadãos selecionados. As casas são erguidas no Conjunto Habitacional Chácara São João.

Pelas regras do programa, a responsabilidade pela construção está dividida entre as três partes: a prefeitura doa o terreno com infraestrutura básica (água, energia, arruamento e iluminação pública); o Estado constrói a base da residência com fundação, instalações hidráulicas e sanitárias, contrapiso e primeira fiada em alvenaria; e a família beneficiada entra com a mão de obra e a compra do material restante.

Edificação - A construção de cada casa é feita em duas etapas. Na primeira, a Agehab edifica a base de 42,56m², executada para comportar dois quartos, sala/cozinha e banheiro. A segunda etapa é o complemento da construção: a família beneficiária tem que comprovar a compra do material e a mão de obra (pessoa que receberá assistência técnica e será acompanhada na autoconstrução). O prazo para a conclusão da segunda etapa é de 24 meses contados a partir da assinatura de autorização para execução da obra.

Em Bataguassu, as 50 famílias já foram selecionadas. A obra está na fase da construção das bases residenciais. Nessa etapa, o Governo do Estado investe R$ 531 mil. E a emoção já toma conta das famílias que, acompanhadas do governador Reinaldo Azambuja, visitaram no mês de julho os terrenos onde serão construídas as residências. “Eu nunca tive a oportunidade de ter um terreno e agora fui contempladas”, lembrou a doméstica Mara Rubia Ramos da Silva, de 34 anos, ao fazer planos para construir seu imóvel com o suporte do Governo do Estado.

Oportunidade - Segundo a diretora-presidente da Agehab (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul), Maria do Carmo Avesani Lopez, por meio do Lote Urbanizado, o governo propicia ao cidadão que não tem casa própria, mas possui capacidade de investimento, a oportunidade de ter uma moradia.

“O Lote Urbanizado é voltado às famílias com renda mensal de até R$ 4,6 mil. Mas existem critérios de priorização, como mulher chefe de família, pessoas que têm filhos e pessoas com deficiência. Este programa é para famílias que tem alguma capacidade de investimento por mês”, explicou a diretora-presidente.

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

VoxMS - Notícia de Verdade