05 de Março de 2024

Operação do Detran nas rodovias segue até quarta-feira em todo o Estado

Blitzes para tirar das estradas veículos irregulares e motoristas embriagados estão sendo realizadas

Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2024 - 09:01 | Redação

imagem
Operação do Detran nas rodovias segue até quarta-feira em todo o Estado
Agente do Detram durante operação em rodovia em Mato Grosso do Sul (Rachid Waqued)

Agentes de Fiscalização do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS) desenvolvem desde sexta-feira (9) na Operação Carnaval 2024 nas rodovias de Mato Grosso do Sul. 

A ação de fiscalização e segurança viária acontecerá até o dia 14, quarta-feira de Cinzas, e além de blitz da Lei Seca, em pareceria com as demais forças de segurança pública e viária, os agentes de fiscalização estarão nas principais rodovias estaduais e nas cidades turísticas de maior fluxo.

As rodovias que levam as principais cidades turísticas de Mato Grosso do Sul, terão uma atenção especial, como destaca o Chefe de Fiscalização do Detran-MS, Ruben Ajala.

Já nas primeiras horas de operação, agentes do Detran flagraram motorista trafegando em zigue-zague na BR 060 no Km 421, próximo a Sidrolândia e realizaram a abordagem. 

Foi feito o teste do etilômetro, e o resultado foi de 1.50 mg/l. O condutor preso em flagrante por embriaguez ao volante, artigo 306 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro) e encaminhado à Delegacia de Polícia de Sidrolândia para as devidas providências.

Crime

O artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estabelece que conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência é comportamento punido com pena de detenção, de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.

O motorista que se nega a fazer o bafômetro está cometendo infração de trânsito, com multa no valor de R$ 2.934,70 e suspensão do direito de dirigir durante 12 meses. 

Caso seja pego dirigindo durante a suspensão, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) é cassada. O veículo fica retido no local, até aparecer uma pessoa habilitada, que não tenha bebido, pois vai fazer o bafômetro também e fica responsável pelo veículo a partir do momento que sair do local.

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

VoxMS - Notícia de Verdade