01 de Março de 2024

Torquato Jardim nega que tirará Daiello do comando da PF

Domingo, 25 de Junho de 2017 - 06:28 | Redação

imagem
Torquato Jardim nega que tirará Daiello do comando da PF

O ministro da Justiça, Torquato Jardim, negou que trocará o comando da Polícia Federal (PF), ocupado atualmente por Leandro Daiello. “Não há nomes, há instituições”, disse em coletiva de imprensa concedida ontem. Jardim disse que o governo não está “preocupado com personalidades” e que ele e o diretor da PF têm trabalhado “com absoluta harmonia e camaradagem”.

Segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo, Jardim disse a representantes da Federação Nacional dos Delegados de Polícia Federal que tiraria Daiello do comando da PF. Segundo a Folha, o ministro afirmou também que remanejaria para outro órgão servidores que não têm relação com a atividade policial — por exemplo, emissão de passaportes e controle de estrangeiros.

Ainda de acordo com a notícia da Folha de S.Paulo, um dos possíveis substitutos seria o delegado Rogério Galloro, que ocupa o segundo posto no comando da PF. "A indicação de Galloro para o cargo foi feita pelo general Sérgio Etchegoyen, chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República)", diz a reportagem.

O ministro classificou a notícia de “pós-verdade” e afirmou que a informação “não corresponde com a realidade”. O pronunciamento durou cerca de três minutos e Jardim deixou o local sem responder a perguntas dos jornalistas.

Depois que Jardim deixou a coletiva, Daiello reforçou a declaração do ministro de que não se pode personalizar a atuação da PF, mas não esclareceu se fica ou não no cargo. Ele também deixou o local sem responder a perguntas da imprensa.

SIGA-NOS NO Jornal VoxMS no Google News

VoxMS - Notícia de Verdade